doar ovulos portada

Doar óvulos, doar vida!

Hoje em dia, a doação de óvulos está a tornar-se numa prática generalizada.

Infelizmente, têm surgindo cada vez mais casos de infertilidade e muitas mulheres não podem ter filos devido a doenças, intervenções cirúrgicas e outras causas. Mas graças às dadoras de óvulos, muitas delas podem optar por receber ovócitos e assim, cumprir o desejo de serem mães.

Neste post, queremos dar-te a conhecer o mundo da doação de óvulos e poder deste modo, responder a todas as tuas dúvidas.

O que é o IVIDoa?

  1. Um local onde apenas entre nós nos podemos ajudar, fazendo felices mulheres que querem ser mães.
  2. De acordo com a lei, a tua solidariedade é compensada financeiramente, pelos incómodos causados.
  3. Uma equipa médica altamente qualificada acompanhar-te-á em todo o processo, e esclarecerá todas as tuas dúvidas, para que te sintas mais segura. Mais de 22.000 dadoras confiaram em nós.
  4. Encontrarás instalações modernas e a garantia do grupo IVI, com mais de 30 anos de experiência neste processo.
  5. Podes escolher entre mais de 24 clínicas para fazeres a tua doação de óvulos.

 

 

Queres saber mais sobre como doar óvulos?

O processo de doação de óvulos.

Nas Clínicas IVI, o processo é muito simples e pessoal, para que te sintas à vontade em todos os momentos.

Vamos explicar passo por passo como funciona este simples processo de doação de óvulos:

doar ovulos processo

1. Entrevista. Em primeiro lugar, a nossa equipa realiza uma pequena e agradável, entrevista em que serão valorizados os antecedentes da tua saúde, e em que te explicaremos com detalhe todo o processo, para esclarecer todas as dúvidas que possam surgir. Se entretanto decidires tornar-te numa dadora da nossa clínica, assinarás um documento com o teu consentimento e daremos início ao processo.

2. Exames médicos. Depois da entrevista, para que possas começar a doação, serás submetida a uns pequenos exames para confirmar que estás em perfeito estado de saúde e que não serás exposta a nenhum risco. São eles:

  • Cariotipo: indicar-nos-á o estado dos teus cromossomas.
  • Análises genéticas: com apenas uma pequena amostra de sangue, podemos analisar mais de 600 possíveis doenças genéticas.
  • Análises ao sangue: com uma amostra, podemos descartar qualquer infecção.
  • Ecografia:  com uma simples ecografia confirmaremos que tudo está bem.
  • Exame ginecológico: o exame dará para verificar o estado dos teus ovários.

3. Estimulação. Após termos todos os resultados dos exames e confirmado que está tudo bem, prepara-se a estimulação ovárica. Com um simples tratamento hormonal, vamos estimular os teus ovários, que libertam os óvulos do teu corpo de forma natural todos os meses. Este tratamento é tão fácil que tu podes administrá-lo em casa, mas se preferires, podemos fazê-lo nas nossas clínicas. Com a menstruação seguinte, começarás o tratamento hormonal. Deverás manter-te em contacto connosco, para te fazermos um acompanhamento personalizado e um controlo indolor para ver a evolução.

4. Punção folicular. Uma vez acabado o tratamento, será realizada uma punção vaginal, com a qual não precisas de te assustar. Dura cerca de 20 minutos e é feita com uma pequena sedação, para que em nenhum momento sintas desconforto. Quando acordares, a equipa da clínica estará contigo, para descansares até que os efeitos da sedação despareçam. A clínica IVI conta com mais de 25 anos de experiencia, pelo que não precisas de te preocupar. Estarás nas mãos de excelentes profissionais que cuidam da saúde das suas dadoras.

5. Acompanhamento. Após a última fase, a nossa equipa manter-se-á em contacto contigo, para saber como te sentes. Serás chamada à clínica para uma avaliação do teu estado e garantir que está tudo bem.

 

 

E porquê ser dadora de óvulos?

Verifica-se hoje em dia, na sociedade actual, que muitos casais não podem ter filhos, pelos mais diversos problemas.

Infelizmente, ter alguma familiar ou conhecida que não consegue engravidar é bastante comum. Está nas nossas mãos poder contribuir para a sua felicidade e ajuda esses casais a serem pais. #EntreNos podemos ajudar de uma forma muito simples: doando óvulos.

Há muitas pessoas famosas que recorreram a este processo, para poderem ser mães de forma natural. A Mariah  Carey é uma dessas mães.

A doação de óvulos é um grande gesto, voluntário e altruísta, que pode ajudar milhares de mulheres. Assim, atreve-te a ser dadora! Com esse simples gesto poderás fazer muitos casais felizes.

 

doar ovulos dadoras

 

É um dado significativo que 96% das raparigas que doaram nas clínicas IVIDoa, recomendam doar óvulos, e 93% das mesmas, avalia de forma excelente a atenção personalizada que recebeu nas nossas clínicas.

Isto deve-se ao facto do processo não ser tão doloroso como a maioria das raparigas pensa. As dadoras geralmente comparam com uma dor, típica da menstruação. Além disso, o tratamento nas clínicas IVI é muito bom, os médicos acompanham de perto cada paciente e de forma personalizada.

Doar óvulos é doar vida!

Quais os requisitos que tenho que cumprir?

Entre nós, os requisitos são muito simples:

  • Ter entre 18 e 34 anis.
  • Gozar de uma boa saúde física e psicológica.

As nossas médicas fazem um conjunto de exames, ginecológicos, análises ao sangue, avaliação psicológica e estudos genéticos, para confirmar que cumpres todos os requisitos. No fundo são testes de rotina que te darão, também a ti, muito informação.

Há compensação financeira?

Segundo a lei vigente sobre técnicas de Procriação Medicamente Assistida, a doação não poderá ter um carácter lucrativo ou comercial. No IVIDoa cumprimos a normativa.

 

doar ovulos faqs

 

Doar óvulos compensa-te, já que, além de estares a ajudar outros casais a cumprir o sonho de serem pais, a dadora receberá uma compensação financeira por algum desconforto causado e pelas despesas de deslocação às nossas cínicas.

As dúvidas mais frequentes sobre a doação de óvulos.

Quando se fala em doar óvulos, somos invadidas por perguntas como: em que consiste a doação de óvulos? Qual o tratamento efectuado à dadora? Há efeitos secundários na doação? Poderei ser mãe se doar óvulos?

Aqui respondemos-te a algumas delas.

Posso ter relações sexuais durante o tratamento de doação de óvulos?

Durante o período da estimulação, depois de se efectuar a punção folicular ovárica e até à menstruação seguinte, não recomendamos que tenhas reações sexuais. Isto porque há um risco acrescido de engravidares, de teres uma gestação múltipla, ou até de teres uma torção do ovário.

Poderei ter filhos se doar óvulos?

Esta é umas das perguntas mais frequentes que nos fazem na primeira visita à clínica, e a resposta é clara: SIM.

Doar óvulos não significa que se esgotem ou acelerem a perda dos nossos óvulos. As mulheres nascem, em médica, com cerca de 500.000 a 1.000.000 óvulos. Com o passar do tempo vamos perdendo-os através das menstruações. Um dado que a maioria das raparigas geralmente desconhece, é que em cada ciclo menstrual, vários óvulos começam a crescer, mas só um se desenvolve o suficiente para chegar a ovular.

Com o tratamento da estimulação ovárica, o que se consegue é que vários óvulos atinjam o tamanho certo para amadurecer, sem que isso afecte a totalidade dos óvulos existentes. Ou seja, apenas são estimulados os óvulos que nesse mês estavam previstos amadurecer.

Posso doar se tomar contraceptivos?

Hoje em dia é habitual tomar contraceptivos por muitos motivos: prevenir uma gravidez indesejada, regular a menstruação, ou para que a dor menstrual não seja tão forte. Identificas-te com algum deles?

Pois bem, a toma de contraceptivos não afecta em nada a doação de óvulos. Mas durante o tempo que dura o processo até à punção, não os poderás tomar, já que a medicação usada no tratamento da estimulação, consiste precisamente em fazer com que os ovários desenvolva mais óvulos.

Podes encontrar estas e outras respostas de forma detalhada na nossa página de FAQ’s, no IVI Doa. Agora que já sabes, não mantenhas as dúvidas… e vais ver que doar óvulos é um acto generoso, e que até te compensa.

Do que estás à espera para doar vida doa óvulos !?

Se tens alguma dúvida da qual não falamos neste artigo, escreve um comentário no post e nós respondemos-te encanta@s 🙂

doar ovulos