Mariana, dadora

O meu companheiro também é dador.

Muitas mulheres agradecem-te o gesto.

Eu não gosto que me julguem. Por isso, não queria que ninguém soubesse que ia ser dadora. Quando contei a ideia a uma amiga, ela entusiasmou-se logo e fomos juntas doar. A experiência correu muito bem e é completamente anónimo. Quando pensas no ato tão generoso que estás a fazer e que além disso és compensada, entre nós, tudo é positivo..

 

(*) Fotografias não reais para preservar o anonimato da dadora

Também te pode interessar