burundanga planta

A burundanga: tudo o que precisas de saber sobre ela

Burundanga, também chamada escopolamina, e é um alcalóide altamente tóxico que pode ser encontrado na composição de algumas plantas.

Esta planta tem sido usada durante séculos, geralmente para fins supersticiosos em contextos como feitiçaria. No entanto, atualmente é usado para violar a lei e realizar crimes como roubo ou abuso sexual.

A burundanga é geralmente extraída de uma planta chamada Datura Estramonio e que está muito presente em Espanha e na América do Sul. Esta planta gera flores brancas e em forma de sino. As suas sementes possuem alcalóides, hiosciamina e escopolamina. Este último componente tem a capacidade de gerar um relaxamento extremo.

A sua aplicação em doses reduzidas (não superiores a 330 microgramas) ajuda a tratar problemas de saúde como:

  • Tonturaa
  • Para realizar exames visuais, dilatando as pupilas
  • Também tem um efeito antiparkinsoniano e analgésico.

Como consumir a burundanga

A burundanga é perigosa porque pode ser administrada de forma indolor e impercetível. Pode ser aplicado por via oral, consumida com comida ou bebida, embora também possa ser inalada, usando um cigarro ou um lenço contaminado.

Deve-se ter em mente que a burundanga, misturada com algumas drogas como diazepam, valium ou benzodiazepina, pode levar à morte.

O que acontece quando se consome burundanga?

A sua absorção ocorre quase imediatamente, através do trato gastrointestinal. Como resultado, a vítima sente uma perda de controlo total, atingindo o seu pico durante as primeiras três horas após o consumo.

Sintomas que podem aparecer

  • A Burundanga cancela o efeito depressivo do sistema nervoso central e periférico.
  • As pupilas da vítima dilatam, gerando visão turva,
  • Ocorrem taquicardias
  • Redução da secreção de saliva, com dificuldade em engolir e falar
  • Pode até gerar febre.

Outra razão que faz da burundanga uma droga perigosa é que a vítima não parece drogada. Os efeitos não são visíveis para as outras pessoas, podes sair com teus amigos e até mesmo eles não identificarem que estás sob os efeitos da droga. De facto, a personalidade e a identidade da vítima permanecem inalteradas e podem até realizar as atividades diárias.

Pode dizer-se que a vítima está literalmente hipnotizada, e à mercê do seu agressor. Na verdade, a pessoa perde a sua liberdade pessoal, desde que o cérebro é automatizado e obedece a todas as ordens dadas. Além disso, após o consumo, as vítimas frequentemente sofrem de amnésia e, assim, não conseguem lembrar-se do seu agressor, nem do que aconteceu enquanto estavam naquele estado.

Efeitos secundários?

Como se isso não bastasse, a burundanga é muito difícil de detetar, uma vez que desaparece da corrente sanguínea em menos de seis horas, e após 12 horas não deixa vestígios na urina.

É por isso que é extremamente difícil denunciar tais crimes, porque não há como provar que ele estava sob a influência dessa droga. A ausência de memória e evidências tangíveis tornam o processo impossível na maioria dos casos. É por isso que as vítimas devem apresentar uma queixa imediatamente, pois o atraso leva a perda de provas.