apetitesexual

O apetite sexual durante o período

O apetite sexual femenino nem sempre foi visto na dimensão humana da mulher, como uma pessoa. Atualemente as coisas mudaram muito.

Os tabus sobre o desejo sexual femenino, que noutra época não era aceite, vão-se quebrando pouco a pouco na nossa sociedade.

Entre essas superstições, está ainda a idea de que durante a menstruação as mulheres têm menos interesse sexual. No entanto, esta crença traduz-se num prejuízo para uma enormidade de culturas no mundo ao longo da história. Se queres saber mais, neste post podes ver algumas cuiriosidades sobre a menstruação.

 O que se passa no corpo da mulher durante a menstruação?

Os síntomas variam de pessoa para pessoa, mas é habitual sentir dores, caimbras abdominiais, dores na zona lombar, inchaço nos seios, irritação, alterações de humor, dores de cabeça e mais cansaço que o habitual.

Por que é que isto ocorre?

Quando ocorre a ovulação e aumentam os níveis de estrogéneo no corpo da mulher, este prepara-se para que o óvulo seja fecundado. Senão ocorrer a gravidez, os níveis de estrógéneo e progesterona diminuem drásticamente e inicia-se a menstruação. O que significa que se elimina todo o tecido da cobertura que o útero tinha preparado para acolher o óvulo fecundado. Aqui também abordamos a questão sobre quando a probabilidade de ficar grávida é maior.

Variacões sexuais nas mulheres.

É certo que existem variações, às vezes muito importantes, de desejo sexual durante o ciclo menstrual, mas não são causadas exclusivamente pelas hormonas.

apetitesexual-chica

Existem opiniões e atitudes muito diferentes sobre ter sexo durante a menstruação. Desde as mulheres que não tem nenhum desejo, até às que se sentem melhor em manter relações sexuais nesse período. Temos que ter em conta que durante o orgasmo, libertam-se grandes quantidades de endorfinas e isto faz com que diminuam as dores e os mau estares próprios da menstruação.

Além disso, ter relações sexuais durante o período menstrual reduz o fluxo, porque as contrações uterinas ajudam a expelir o revestimento uterino mais rápidamente.

 Praticar relações sexuais durante o período

O único problema de saúde resultante de ter relações sexuais durante a menstruação, é que o contacto com o sangue e tecidos uterinos aumenta significativamente a possibilidade de transmissão de doenças pela via sexual. Isto se o parceiro sexual for desconhecido ou não for o parceiro habitual e desconhecermos o seu estado de saúde.

Por outro lado, do ponto de vista científico, se considerarmos a perspetiva femenina do  apetite sexual, podemos dizer que tem a ver com as hormonas e a sua variação ao longo do ciclo menstrual. Este é de 28 dias, e de acordo com especialistas, a libido aumenta à medida que nos aproximamos dos dias férteis.

Desde o primeiro dia do aparecimento da menstruação até ao 11.º dia, o desejo sexual tende a aumentar progresivamente. Ao 14º dia, verifica-se um grande aumento nos níveis de estrogénio, e a grande maioria das mulheres tem mais apetite sexual. A partir do 17.º dia o apetite sexual já diminui.

apetitesexual-rubia

Para além das hormonas, somos também seres humanos e muitos fatores emocionais entram em jogo. O mais importante é ter presente que se nos apetece manter relações durante a menstruação, devemos falar com o nosso parceiro para saber a sua opinião sobre o assunto. Ter confiança em quem está ao nosso lado, elimina muitos dos impedimentos e limitações na hora de praticar o ato com a satisfação plena.